Polícia Militar realiza apreensão por tráfico de drogas no bairro Caminho Novo, em Barbacena

13/01/2021 10:20:00 - Atualizado em 13/01/2021 10:24:41

 

No início da noite de ontem (12/01), a Polícia Militar (PM) recebeu uma denúncia de que um homem, morador do bairro Caminho Novo em Barbacena, teria recebido uma quantidade de substância análoga a crack e estaria fracionando e embalando as pedras para revender.

Os militares foram até o local e viram duas pessoas dentro de um quarto, sendo que um estava sentado na cama e outro em uma poltrona, havendo uma mesa de madeira entre os dois. Foi observado que um deles estava embalando algo em plástico transparente na mesa.

Ao ser feita a abordagem, com o homem de 50 anos foram localizados três pedaços pequenos de crack e um pedaço maior da mesma substância, que estava dentro de um invólucro plástico no bolso da bermuda jeans que ele usava.

No local, os militares encontraram 19 pedras de crack embaladas em plástico transparente e prontas para o comércio; uma lâmina de barbear com resquício de substancia análoga a crack; um aparelho celular; dois rolos de plástico filme, comumente utilizados para embalar drogas; dois rolos de fita adesiva, comumente utilizados para embalar drogas; uma faca com resquício de crack e R$ 187.

Um equipe que estava do lado de fora, percebeu a aproximação de um rapaz com algo nas mãos que, ao ver a presença dos militares, voltou rapidamente de forma suspeita e entrou em uma residência. A PM foi ao local e a irmã do rapaz disse que ele possui distúrbios mentais e autorizou a entrada da equipe. No quarto dele, foram localizados uma balança de precisão e vários sacolés plásticos, ambos comumente utilizados como materiais para traficância de drogas que estavam dentro do pote plástico branco e a balança estava dentro da bolsa preta que o suspeito segurava antes de fugir.

O homem de 50 anos assumiu a propriedade de todo material. Já o outro que estava com ele disse que foi ao local para consumir crack. O primeiro foi preso por tráfico e o segundo encaminhado para a Delegacia como testemunha. O outro suspeito foi encaminhado para a Delegacia para mais esclarecimentos sendo acompanhado pela irmã.


Livro Rossi
mundial