Homem é preso por falsidade ideológica em Barbacena

10/06/2021 12:11:00 - Atualizado em 10/06/2021 12:11:53

 

No início da tarde desta quarta-feira (09/06), a Polícia Militar (PM) foi acionada em uma loja na área central da cidade onde o funcionário afirmou que havia acontecido um furto de vários aparelhos celulares e que os suspeitos fugiram pela rua XV de Novembro, sentido Praça dos Andradas em Barbacena.

De posse das características dos suspeitos, os militares localizaram um deles e iniciaram o rastreamento. Ele foi abordado e apresentou um documento, dizendo que mora em Uberlândia e estava em Barbacena para visitar a sogra, afirmando que esteve na loja para fazer o orçamento de alguns imóveis, mas não comprou nada. Com ele, a PM encontrou um isqueiro, uma carteira com uma nota de um dólar e um aparelho celular.

Em consulta ao sistema, foi encontrado o registro de uma ocorrência que narra o uso dos documentos com o nome dado pelo suspeito na abertura de contas de telefone celular, o que gerou desconfiança nos militares.

Ele foi questionado sobre sua filiação, data de nascimento e naturalidade, sendo confirmado conforme a identidade. Indagado se possuía CNH ele negou, contudo no banco de dados constava como habilitado e, no sistema, a foto era diferente da do abordado.

Ele negou a falsidade do documento. Ao ser solicitado para desbloquear o celular, ele disse que só faria na presença do Delegado de Polícia e seu advogado, não sabendo informar qual o número do chip que estava nele.

Mediante aos fatos, foi dada voz de prisão e ele foi colocado no compartimento fechado da viatura. Na Delegacia da Polícia Civil, os militares conseguiram contato telefônico com o homem que constava nos documentos do preso. Ele confirmou que teve os documentos extraviados e que estava sendo usado para fraude.

Em contato com os militares de Uberlândia, foi informado que o suspeito já havia sido preso por furto.

Por Isabella Paolucci para a Folha de Barbacena


Coisas de mãe
Festival de musica