Banner Grande Aprendiz 28/06/2019
Banner grande Unipac

Policiais civis e militares são agredidos em ocorrência no Grogotó, em Barbacena

Disparos, brigas e prisões foram marcas de uma madrugada agitada em um condomínio do bairro

Em um condomínio no bairro Grogotó, em Barbacena, a madrugada de hoje (18/04) foi agitada. Inicialmente, a Polícia Militar (PM) foi acionada para o local onde havia denúncia de que um veículo Pólo, cor prata, com vários ocupantes e que eles teriam efetuado disparos de arma de fogo. Também foi informado à PM que haveria mais um veículo, um Ford KA, cor prata, junto com os suspeitos.

De acordo com a 13ª Região da Polícia Militar (13ª RPM) “por se tratar de dois veículos, com várias pessoas e ainda armas de fogo, outras viaturas se deslocaram para o condomínio. No local, os militares foram recebidos com muita gritaria e alvoroço de pessoas que tentavam impedir a entrada das equipes”.

Quando os militares entraram no condomínio encontraram policiais civis que já estavam no local para realizar a prisão de um suspeito, conhecido dos meios policiais por vários cometimentos de crimes. Esse suspeito, ao ver a chegada dos policiais civis, os recebeu de arma em punho e atirou em direção aos policiais, que responderam a ação também com tiros. O autor dos disparos, ao ver que seria preso, fugiu pelos fundos do condomínio, tomando rumo desconhecido.

Segundo a 13ª RPM, neste momento, vários moradores do condomínio tentaram agredir os policiais civis, usando paus e pedras. Com a chegada da PM, foi feita então a contenção do perímetro e esclarecidos alguns pontos, onde os comandantes das guarnições se inteiraram dos fatos que se deram até aquele momento. “A partir daí, um homem estava bastante exaltado, xingando os militares e instigando os moradores. Em função disso, ele foi abordado, mas se aproveitando da aglomeração de pessoas no local, ele tentou se desvencilhar. Várias pessoas, entre elas mulheres e homens, investiram contra os policiais militares que tentavam proceder a abordagem ao indivíduo, sendo necessário efetuar um disparo de bala de borracha para proteger a integridade física dos militares”, afirmou a corporação.

Após disparo, o homem que causava o tumulto, ainda bastante exaltado, tentou agredir um militar com socos. “Foi necessário o emprego do bastão de madeira e o uso do spray de pimenta. O homem continuou exaltado, não acatando as ordens policiais, instigando os moradores a agredirem os militares. Foram tentadas várias vezes a abordagem, por fim, ele levou as mãos à cintura, sinalizando estar armado, a fim de intimidar e impedir a aproximação dos militares para sua abordagem, sendo necessário o uso de balas de borracha, novamente”, declarou a 13ª RPM.

Após os disparos, as agressões aos militares pararam e foi realizada a abordagem. O homem, 36 anos, afirmou à PM que trabalha no condomínio e estava exaltado pelo fato dos moradores cobrarem uma providência por parte dele. Ele foi preso pelos crimes de desobediência, desacato, resistência e ameaça, sendo encaminhado à Delegacia Regional de Polícia Civil de Barbacena.

Banner Grande Podologia 1
Banner Aplicação

Os comentários estão desativados.