Banner Aprendiz 18/032019

Educação vai sofrer cortes pela Prefeitura

Servidora teme não ter dinheiro nem para comer

WhatsApp Image 2018-10-09 at 14.38.08

 A Prefeitura Municipal de Barbacena (PMB) decretou uma série de cortes, sendo uma das áreas afetadas a de educação. Após reclamações sobre demissões, que começam a partir de hoje (09/10), de professores, supervisoras e secretários contratados, esta foi a decisão imediata para cortar as despesas, já que o momento é de dificuldades financeiras.

A Prefeitura ainda não se manifestou oficialmente, mas a Secretaria Municipal de Educação (Sedec) adiantou que “vai haver cortes e reduções por causa do calote de mais de 64 milhões do Governo de Minas para com a Prefeitura de Barbacena”.

Com a redução significativa do número de funcionários nas escolas, a Sedec informou que as turmas foram, provisoriamente, multisseriadas – várias séries em um mesmo ambiente com um único professor.

No último mês de agosto, muitas das prefeituras de Minas Gerais paralisaram as atividades, incluindo a PMB. A paralisação na cidade ficou restrita aos serviços administrativos. Desde essa data, a Prefeitura já definia a situação como “extremamente grave”, e não descartava cortes de serviços.

A servidora Maria da Silva, contratada em uma escola municipal da cidade, lamenta a situação que a Barbacena se encontra e teme passar, até mesmo, fome. “Como fiz um concurso, para atuar em um cargo – mesmo sabendo que era temporário, fiz planos para até o final do contrato, ou seja, posso ser demitida e não ter dinheiro nem para comer. Os políticos roubam e nós pagamos o pato”, criticou a servidora.

 

Banner Grande Podologia 1
Banner 2 Podologia – Grande

Os comentários estão desativados.