Banner Grande Aprendiz 28/06/2019
Banner grande Unipac

Desembargador barbacenense nega recurso de goleiro Bruno

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais decidiu por unanimidade, na última quarta-feira (19/06) a recusa do recurso de agravo de instrumento do ex-goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, por falta de documentação. A decisão foi proferida pelo relator, desembargador Doorgal de Andrada, natural de Barbacena.

A defesa do ex-goleiro pediu a anulação da decisão, que considerou falta grave o comportamento de Bruno quando cumpria pena em regime semiaberto em Varginha. Por causa da falta disciplinar, ele foi transferido para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, em regime fechado. Em fevereiro passado, Bruno retornou a Varginha, onde permanece em regime fechado.

Com a decisão da quarta Câmara do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a situação do ex-atleta se mantém inalterada. No início deste ano o jogador foi autuado por falta grave ao usar o celular para combinar encontro com mulheres ao realizar trabalhos externos com autorização da justiça.

Preso desde 2010, Bruno foi condenado pelo assassinato de Eliza Samúdio e cácere do filho, Bruninho. A justiça determinou 22 anos e três meses de reclusão para o jogador.

Por: Mike Tavares.

 

Foto: Divulgação.

Banner Grande Podologia 1
Banner Aplicação

Os comentários estão desativados.