Quem é ele? Filipe Miranda Milagres Araújo

05/03/2021 08:00:00 - Atualizado em 05/03/2021 16:59:24

 

QUEM É ELE?

Ele é o médico neurologista Filipe Miranda Milagres Araújo. Filho de Barbacena, de família do ramo educacional. Filipe foi educado para buscar conhecimento desde a educação básica. Após a graduação em Medicina no ano de 2012, ingressou na Residência Médica em Neurologia, realizada em 2015, no Hospital Madre Teresa (BH) e, posteriormente se especializou em doença de Parkinson e Alzheimer na Universidade de São Paulo (USP), onde faz também o Mestrado em Neurociências. Em 2018 se tornou Membro Titular da Academia Brasileira de Neurologia. Foram praticamente oito anos dedicados à busca de conhecimentos e práticas no ramo da neurologia.

A Neurologia é uma especialidade relativamente nova, que surgiu na segunda metade do século XIX, ganhado notoriedade após as relevantes contribuições ao conhecimento da área pelo Neurologista francês Jean- Martim Charcot. Ela compreende o estudo, diagnóstico e tratamento dos problemas no sistema nervoso, seja o sistema nervoso central (cérebro, cerebelo, tronco encefálico e medula espinhal), ou o sistema nervoso periférico (nervos que ligam o sistema nervoso central ao resto do corpo).

O jovem médico, atua nos diversos seguimentos da Neurologia, lidando com emergência neurológica, enfermaria hospitalar de Neurologia Geral e atendimento em consultório de Neurologia. Em nossa conversa, ele disse:

“Nesses vários anos dedicados ao estudo da Neurologia, pude desenvolver a prática médica associada ao atendimento humanizado, buscando a melhor conduta terapêutica, baseada na melhor evidência científica, para resolução e alívio das enfermidades neurológicas, levando sobretudo, qualidade de vida para os pacientes e familiares”.

Naturalmente, ouvindo sua família, optou por atuar em Barbacena, sua terra natal. Como bom profissional, já atende no Hospital Ibiapaba e acaba de montar seu consultório no edifício da Clínica São Francisco à Rua Padre Anchieta, número 48.

Uma recepção confortável e acolhedora, com toques de bom gosto é a porta de entrada do consultório de Filipe Milagres, seu nome funcional.

Ele cita as doenças mais comuns tratadas pelo neurologista:

• Cefaleias ou dores de cabeça

• Distúrbios do sono (insônia, excesso de sono, sono não restaurador, ronco, apneia do sono)

• Doenças cerebrovasculares (AVC) ou “derrames”

• Distúrbios do movimento (como tremores, doença de Parkinson, tiques, distonia, coréia)

• Demências (como doença de Alzheimer)

• Doenças desmielinizantes (como a Esclerose Múltipla)

• Neuropatias periféricas (como a diabética)

• Doenças musculares e de junção (como a Miastenia Gravis)

• Desmaios, crises convulsivas e epilepsias

• Tonturas, vertigens e desequilíbrio

• Infecções do sistema nervoso (como meningites e encefalites)

• Tumores

• Doenças degenerativas do sistema nervoso

• Déficit de atenção e hiperatividade

• Formigamentos, alterações da memória, confusão mental, perda de força, alteração na visão, mudança de comportamento, etc. A neurologia tem interface com a psiquiatria e pode tratar de casos de depressão, ansiedade, irritabilidade, pânico, etc.

 

Empreendedorismo feminino de Luciary Bertolino (Foto).  Ela é a idealizadora e fundadora da Dermodee Cosméticos, é barbacenense, amante da natureza, preocupada com os impactos ambientais e está sempre em busca de uma forma sustentável de viver. Luciary é formada em Farmácia Industrial pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e atua há 20 anos no setor magistral. Em 2015, ela concluiu seu MBA em Tecnologia Cosmética, onde teve a oportunidade de fazer um estágio internacional de Ciências e Tecnologia Cosmética em Milão, na Itália. Ela acaba de lançar o SÉRUM FACIAL da linha Prebio Equlibrium Dermodee. O lançamento foi impecável, da jovem empresa "A Nós 3 Comunicação” de duas lindas; Carolina Trindade e Olívia Costa Mendes. Foto Mell Caetano.

Idinando Borges
Idinando Borges

É o colunista social mais renomado da região. Idinando já atuou em diversas assessorias de comunicação, secretarias de Estado e assessorias políticas.

Ver Publicações


Coisas de mãe
Festival de musica