Outra viagem para me colorir

24/03/2021 14:25:00 - Atualizado em 24/03/2021 14:25:28

 

Por Otávio Henrique

 

Busco outra forma de existir,

uma que não seja tão azul.

Um outro norte,

que não vá na direção do sul.

Uma outra insurgência

que seja capaz

de me sucumbir.

 

Projeto outra estrutura,

que me proteja caso queira me reconstruir.

Sentir outra ardência

que conteste minha frescura.

Escalar outra altura

para,

como outrora,

no chão cair.

 

Quero outro humor

que me permita risadas mais honestas,

talvez um menos amarelo.

Me mostre ser singelo

aquilo que julgava austero,

e que me faça tornar circular

cada uma das minhas arestas.

 

Procuro outra forma de me expressar,

uma que não conflitue com o outro.

Cultivar outros botões de rosa

tão rosas quanto um boto,

que faça cada trauma folclórico

em mim,

se desintegrar.

 

Desejo partir em outras viagens,

em nuvens tão brancas

quanto o gelo ártico.

Deixando para trás meu peito deserto,

com suas velhas miragens.

Idealizadas por um olhar triste,

sedento e monocromático.

Clube dos Literatos
Clube dos Literatos

Contos, crônicas, poemas, poesias, artigos, prosas… Não importa o gênero literário, o Clube dos Literatos recebe de páginas abertas conteúdos de qualidade e desenvolvidos por barbacenenses natos ou de coração. A ideia é proporcionar o desenvolvimento literário na cidade, dando a oportunidade do público conhecer o trabalho realizado pelos talentos de Barbacena e, também, incentivar a leitura e a criação literária.

Ver Publicações


Coisas de mãe
Festival de musica