Metáforas na chuva

19/11/2020 15:20:00 - Atualizado em 19/11/2020 15:24:07

 

Por Nayara Coelho

Saindo das nuvens e indo de encontro ao meu telhado, cada pingo de chuva que cai, em sincronia com a minha pulsação, veio para mostrar mágoas em mim que precisam ser tanto "lavadas" quanto curadas.

Quanto mais forte a chuva fica, mais intensos esses pensamentos me veem, de uma forma que não me deixam nenhuma escapatória, a não ser encará-los para tentar aceitá-los.

Aqueles poucos raios do sol que me tocaram durante o dia, me fizeram esquecê-los, mas a chuva durante a noite os trouxe á tona, como o espelho de Ojesed, revelando um dos desejos mais profundos da alma! 

Hoje então vou permitir que essas angústias transbordem e sejam levadas com a água da chuva, para que amanhã quando o sol chegar, não encontre mais os velhos obstáculos que o impediam de me iluminar como um todo.

Espero que amanhã chova outra vez!

 

 

Clube dos Literatos
Clube dos Literatos

Contos, crônicas, poemas, poesias, artigos, prosas… Não importa o gênero literário, o Clube dos Literatos recebe de páginas abertas conteúdos de qualidade e desenvolvidos por barbacenenses natos ou de coração. A ideia é proporcionar o desenvolvimento literário na cidade, dando a oportunidade do público conhecer o trabalho realizado pelos talentos de Barbacena e, também, incentivar a leitura e a criação literária.

Ver Publicações


Livro Rossi
Agencia Qu4tro