Invista em bons hábitos

29/05/2021 08:00:00

 

Muitas pessoas afirmam que bons hábitos transformam vidas. Eu concordo com esta frase em gênero, número e grau mas, você sabe o que é um hábito?

Hábitos podem significar costumes, manias, praxes ou rotinas. Pode ser uma ação que se repete com frequência e regularidade. Também pode ser um comportamento que alguém aprende e repete frequentemente.

Entre inúmeras explicações, entendemos que o hábito pode ser a maneira de se comportar, o modo regular e usual de ser, de sentir ou de realizar algo, um costume, uma rotina.

Para muitas pessoas, definir metas e sonhos não é o problema, muito menos fazer um planejamento assertivo. O Coaching é um conjunto de ferramentas que vem ajudando as pessoas a se alinharem com seus propósitos e alcançar objetivos.

Mas, o insucesso muitas vezes, acontece e passos precisam ser revistos. Sonhos e metas perpassam não apenas pelo planejamento, mas muitas vezes por mudança de hábitos. Isso reforça aquela antiga máxima: “quer resultados diferentes? Faça algo diferente”, ou seja, transforme isso em uma rotina, alimentando bons hábitos alinhados ao seu Estado Desejado.

Mudar os hábitos significa novas atitudes, mais proativas e transformá-las em uma rotina saudável e sustentável, direcionada para o seu desenvolvimento pessoal e para o alcance de resultados.

Entretanto, mudar hábitos, criando uma rotina de hábitos mais assertivos, não é uma tarefa necessariamente fácil, pois exige autoconhecimento e esforço. Mas, é plenamente possível tomar posturas e atitudes mais assertivas. E isso só depende de você! É possível mudar a sua vida apenas ajustando seus hábitos.

Acredito que todos Ser Humano pode mudar seus hábitos e começar uma nova fase de vida a qualquer momento. Para tal tarefa, basta promover seu autoconhecimento, conhecer seus objetivos de vida, focar nesses objetivos e promoção as ações necessárias para realizá-los.

É fato que você não precisa de sessões de Coaching para fazer mudanças positivas na sua vida. No entanto, o Coaching pode acelerar essas mudanças, com conscientização e desenvolvimento pleno ao longo do percurso, apresentando nuances sobre si mesmo que muitas vezes você não conhecia.

 

 

 

Em minha experiência de mais de 15 anos atuando na área do Coaching, na Programação Neurolinguística (PNL) e da Hipnose, entendemos que, em pelo menos 80% dos casos, a realização de um processo de coaching acelera à mudança de hábito, com ganhos maiores e em menor tempo. Isso porque trata-se de um conjunto de técnicas e metodologias de desenvolvimento pessoal que podem ser customizáveis, atendendo a demanda do indivíduo. Um plano de Coaching nunca é o mesmo de uma pessoa para a outra.

Se o seu interesse é utilizar o Coaching para desenvolver estratégias para a aquisição de resultados, mudando também os seus hábitos, o primeiro passo é escolher um Coach especializado e experiente, numa abordagem que tenha mais a ver com o seu estilo.

Definir metas, objetivos e propósitos também estão como ponto de partida. Estas metas devem também ser testadas para ver se são sustentáveis.

O planejamento é o próximo passo. O Coach irá estabelecer um plano de ação juntamente com o coachee. Nesta fase é que muitas vezes os problemas com hábitos ruins começam a aparecer. O Coach pode determinar metodologias para a mudança de hábitos, neste caso. Os hábitos ruins podem surgir ainda mais adiante, no meio do processo de Coaching, sendo possível rever a trajetória.

 

Dicas práticas para mudanças de hábitos

 

  • Troque um hábito ruim por um hábito bom. Exemplo: substitua fumar por comer uma fruta como uma maça ou uma pêra.
  • Comece com os hábitos mais urgentes de serem alterados, buscando ajustar o restante da rotina aos poucos. Mude um hábito de cada vez.
  • Paciência: segundo os especialistas, pelo menos 28 dias são necessários para mudar um hábito.
  • Todos os hábitos funcionam por gatilhos. Ao identificar um hábito ruim, procure saber quais são os gatilhos deste hábitos e mude-os.
  • Faça agora. Evite a procrastinação. Comece hoje sem resistências.
  • Um hábito leva a outro. Logo, mudando um hábito ruim muitas vezes poderá mudar outros hábitos ruins. Identifique-os.
  • Você vai cometer erros. Tudo bem! Recomece sempre que identificar que errou.
  • Saiba com exatidão quais serão seus novos hábitos. Faça uma visualização profunda deles e das situações positivas que eles desencadearão em sua vida.
  • Identifique as desculpas. Elas são resistências.
  • A sequência de mudança de hábitos é: identificação do hábito ruim – identificação e mudança do gatilho – recompensa.
  • Identifique sabotadores: eles são bastante frequentes e, infelizmente, existem. Muitas vezes é preciso mudar de cenário e evitar a convivência com certas situações ou pessoas.
  • Tenha boas referências relacionadas aos seus novos hábitos.
  • Acredite que tudo é possível, pois de fato é!

 

Marcelo Miranda
Marcelo Miranda

Possui graduação em Publicidade e Propaganda, é especialista em Administração, Marketing e gestão Pública e mestre em Educação e Sociedade. Tem formação em Practitioner e Trainer em Programação Neurolinguística (PNL). É editor do Jornal de Barbacena, produzido pela Editora M2T LTDA., professor universitário, palestrante e consultor na área de marketing e desenvolvimento humano.

Ver Publicações


Coisas de mãe
Festival de musica