Eu conheço uma pessoa... minimalista

02/11/2020 09:15:00 - Atualizado em 02/11/2020 09:18:28

 

Por Ivone Curi

Eu conheço uma pessoa que virou do avesso, se desdobrou, desabrochou durante esta pandemia. Fez o que mais alardeava querer, mas sempre protelava. Chutou o balde! A vassoura, as cadeiras... Arrancou as cortinas, os tapetes, os quadros das paredes... Rasgou cartas, cartões e fotos... Enfim, arrebentou os balões dos clichês consumistas.

Foi lá pelo 40º dia enfurnada dentro de casa que de tão cansada da lavação, da desinfetança e da arrumação deu um basta. Para a tralhaiada foi chegada a hora do Juízo Final. Feito uma piorra destrambelhada em cada cômodo que adentrava ia abrindo gavetas, portas e decretando o que iria para a doação, pro brechó ou pro lixo.

Meu Deus, pra quê 7 saias de veludo? Sou lá uma centopeia pra tantos sapatos e balangandãs? Com as jabuticabas rareando na bacia, vou lá ter tempo de reler tantos livros? E haja bunda pra tanto sofá e almofadas! Era um choque atrás do outro ao se dar conta do tanto de tranqueiras acumulara ao longo de décadas. E choque maior foi perceber o quanto estava a serviço das coisas. Coisas que lhe tiravam tempo e espaço para as pessoas e para as atividades prazerosas.

Que falácia, por fora, uma pessoa de posses, por dentro uma possuída. Possessa de uma fúria salutar deu o grito da independência, alçou o vôo da liberdade. Agora na casa assim minimalista, desabrochou. Agora é ela sem trastes, com horas de sobra, com espaço até pra dançar e o que era inédito em sua vida, com dinheiro na poupança. Ah despachou também o chato de galochas do namorado e danou-se a lembrar de seus sonhos. Depois da noite que dançou flamenco com Brad Pitt em sua sala de star começou a escrever uma série de textos chamada Eu tive um sonho...

“As coisas que você possui acabam por possuí-lo” – Tyler Durden, Clube da Luta, interpretado por Brad Pitt.

 

 

Clube dos Literatos
Clube dos Literatos

Contos, crônicas, poemas, poesias, artigos, prosas… Não importa o gênero literário, o Clube dos Literatos recebe de páginas abertas conteúdos de qualidade e desenvolvidos por barbacenenses natos ou de coração. A ideia é proporcionar o desenvolvimento literário na cidade, dando a oportunidade do público conhecer o trabalho realizado pelos talentos de Barbacena e, também, incentivar a leitura e a criação literária.

Ver Publicações


Livro Rossi
Agencia Qu4tro