Endometriose

01/09/2020 11:55:00 - Atualizado em 01/09/2020 11:56:41

 

Por Letícia Batista

Oi pessoal! Meu nome é Letícia Batista, faço parte da liga de patologia da FAME e hoje vou conversar um pouco com vocês a respeito da endometriose.

A endometriose é uma doença ginecológica benigna, hormônio-dependente, inflamatória crônica, de difícil diagnóstico, que se caracteriza pela presença do endométrio (camada mais interna do útero) fora da cavidade uterina. Afeta mulheres em idade fértil: Cerca de 10% dessa população e 50% dos casos de pacientes inférteis e com dor pélvica crônica. Infelizmente, estudos estimam que ocorre um atraso diagnóstico de cerca 9 anos, por isso é uma doença tão importante de ser discutida.

A endometriose pode atingir diversos órgãos, tais como: Ovários, útero, tubas, intestino, vagina, colo do útero, região umbilical, até mesmo ossos, pulmões, cérebro, etc. Os principais sintomas são: Cólicas Intensas, dor pélvica crônica (na parte mais baixa do abdômen), dor durante o coito, sintomas urinários ou intestinais durante o período menstrual e infertilidade.

O padrão-ouro do diagnóstico é a cirurgia, frequentemente a laparoscopia, com a confirmação através da biópsia. Mas o diagnóstico clínico e por imagem são importantíssimos para o início da terapia, sendo o ultrassom transvaginal e a ressonância magnética os principais métodos de imagem na detecção da endometriose, lembrando que o USG tem a vantagem de detectar a doença em sítios intestinais. A videolaparoscopia é indicada apenas para alguns casos, como o tratamento dos casos mais graves e em pacientes sem reposta adequada ao tratamento clínico.

O tratamento clínico da dor baseia-se na indução do hipoestrogenismo, isto é, uma vez que a doença é hormônio-dependente, o tratamento se relaciona intimamente com a sua supressão.

Os antiinflamatórios também podem ser úteis, além das terapias não-medicamentosas, como acupuntura, fisioterapia, psicoterapia e atividade física. Se você acha que pode ter sintomas suspeitos de endometriose, converse com seu ginecologista, endometriose tem tratamento!

FAME
FAME

Ao longo de seus 45 anos, a FAME se destaca por formar médicos generalistas, qualificados para prestar assistência integral à comunidade, firmando-se como uma Instituição de Ensino médico comprometida com o desenvolvimento humano em todas as suas dimensões: biológica, psicológica e social, e com a formação profissional e cidadã de seus alunos.

Ver Publicações


Marcelo Miranda
Agencia Qu4tro