Como garantir uma sexualidade saudável após o parto

13/05/2021 12:07:00 - Atualizado em 13/05/2021 12:11:59

 

No decorrer desse mês, vamos abordar temas para auxiliar as mães. A começar com dicas sobre “Como garantir uma sexualidade saudável após o parto”.

Antes mesmo de pensar em sexo, as mulheres deveriam investir em um maior autoconhecimento e educação sobre o próprio corpo, emoções e sensações. Se ela não está disposta a olhar para sua sexualidade e se rever, irá cair nos mesmos gatilhos de se sentir na obrigação de satisfazer o outro. O que se tem muito a ver com uma falta de conhecimento sobre a própria sexualidade.

É muito comum que as mulheres tenham uma relação traumática com sexo, devido a uma educação fruto de uma sociedade onde se está inserida, voltada para um olhar falocêntrico e heteronormativo, fazendo com que muitas mulheres nem sequer conheçam o próprio prazer.

A gente nunca aprendeu o que é ser a gente na nossa própria pele e sinto que a maternidade só potencializa isso. Urge que nós tenhamos novas formas de saber mais sobre nós mesmas. Antes de querer ser boa pro outro, precisamos ser boas para nós mesmas.

O período pós-parto é marcado por alterações físicas e mentais. Os hormônios femininos ainda estão confusos e o corpo, aos poucos, vai tentando se recuperar das grandes mudanças pelas quais passou ao longo da gestação.

A concretização da maternidade, a preocupação com o recém-nascido, a baixa qualidade do sono, a sensação de cansaço, os seios sensíveis e a insatisfação com o próprio corpo são algumas das razões que levam a mulher a ter menos apetite sexual após o parto. Além disso, a diminuição da libido em decorrência dos hormônios impacta drasticamente a sexualidade feminina. A baixa produção de estrogênio combinada com a alta produção de prolactina reduzem o desejo sexual na maioria das mulheres.

Um fator muito importante a ser levado em consideração, são as representações que homens e mulheres têm da maternidade. Pois são uma base importante das alterações da sexualidade do casal, incluindo neste grupo as alterações que surgem durante o aleitamento materno. Este fato deve-se tanto às alterações hormonais que podem diminuir a lubrificação, como às alterações corporais que condicionam o desejo sexual em ambos os elementos do casa.

Após o nascimento de um bebê o casal demora algum tempo a recuperar a privacidade e a sensualidade, esse processo é muito natural de acontecer. A adaptação pós-parto traz desconforto para ambos os parceiros, embora nem sempre estes sejam os mesmos, nem sejam vividos com a mesma intensidade. O processo de aquisição da intimidade e a disposição para o encontro amoroso varia entre casais e é também condicionado pelo espaço que o novo membro da família ocupa.

O diálogo deve ser uma peça fundamental para compreensão e entendimento deste momento que é tão novo para ambos os casais. Através do diálogo os vínculos afetivos podem ser estreitados, fazendo com que esta transição seja menos estressante possível, sendo que a chegada de um filho mexe com toda a estrutura familiar e faz-se necessário uma adequação.

Abaixo, seguem algumas dicas que podem auxiliar os casais:

  • Coloque a vida sexual em ordem antes mesmo de engravidar. Isso vai fazer com que a retomada ao sexo seja mais rápida e prazerosa depois do parto;
  • Converse abertamente com o parceiro, fale sobre suas mudanças físicas e mentais e não se esqueça de dizer como se sente. Isso é sempre melhor do que ceder a uma relação dolorosa e sem prazer;
  • Especialistas recomendam que o casal recorra a outros estímulos, pois o ato em si, nesse momento, pode ser demasiadamente dolorida;
  • Como os fatores emocionais são tão determinantes como os fatores físicos, é importante que a mulher se cuide, procure elevar a autoestima e dê um tempo para compreender seu novo corpo;
  • A terapia de casal e terapia sexual podem ser úteis nos casos mais graves.

Psicóloga Rayene de Fátima Vale dos Santos

CRP 04/54251

❥ Seu corpo, seu prazer!

 Contato:

32 98419-9735

intimidadenodiva@gmail.com

@intimidadenodiva

INTIMIDADE NO DIVÃ
INTIMIDADE NO DIVÃ

Rayene Santos é psicóloga, pós graduada em Gestão Pública e Gestão de Pessoas, e Psicologia Sexual. Especialista em Sexualidade Feminina e idealizadora do perfil no Instagram @intimidadenodiva, tem como principal objetivo compreender os fenômenos do Universo feminino e seus diversos fatores. Procurando estimular a autonomia das mulheres, para que passem a se conhecer melhor, conhecer seu corpo, seus gostos, prazeres, a melhor forma de lidar com suas emoções e aprimorarem o autoconhecimento.

Ver Publicações


Coisas de mãe
Festival de musica