Ana, Carol, Carolina – 2º Capítulo

19/06/2020 06:32:00 - Atualizado em 19/06/2020 06:33:45

 

Por Laura Assis

 

O colegial

 

Um dos primeiros namoros sérios de Ana começou durante o colegial. Todas as suas amigas já tinham transado e eram entendidas do assunto há séculos, enquanto Carol esperava o cara certo. “O cara certo espera”, ela acreditava!

Dias e dias, meses se passaram e a pressão aumentava, mas ainda não era o cara certo. Ela só tinha dezesseis, sabia que com esta idade nenhum cara seria o cara certo. Mas, enfim, entregou-se àquele que, sem cuidado levou o que ela julgava ter de mais bonito. Obviamente, nossa amiga superou aquilo que considerou uma tragédia até ser tocada pelo cara certo e esquecer sua tormentosa experiência sexual. Talvez eu devesse usar a palavra “traumatizante”, mas acredito que “tormentosa” vai ainda mais no cerne da questão de Carolina e sua virgindade.

O cara, que jamais seria o certo – como já dissemos, se distanciou, começou um namoro com a irmã de sua melhor amiga sem mesmo se dar ao trabalho de terminar o relacionamento e, num instante, a escola inteira sabia que o cara agora namorava Aline, do time de vôlei da escola. 

Aline tinha os cabelos quase loiros, encaracolados no comprimento, lisos na raiz. Tinha covinhas quando sorria, era alta e já fumava – características estas que, reunidas, faziam dela uma das garotas mais populares da escola. Em questão de semanas a jogadora estava grávida e o cara nada certo esbanjava alegria no portão da escola. Aliás, foi assim que nossa amiga descobriu o namoro de Tiago e Aline: saíram de mãos dadas do colégio, como se não estivessem passando por cima de ninguém…

Carol passou momentos que oscilavam entre euforia e depressão, vontade nenhuma de ir à escola e o enorme desejo de dar a volta por cima – sentimento este que, infelizmente, passou a vida quase toda vigiando Ana pelas frestas. Anos e anos se esforçando para dar a volta por cima, para dizer que não sentia mais, que não sofria mais… que não amava mais! E, como vocês poderão perceber daqui por diante, Tiago não foi o único cara errado que fez com que ela derramasse lágrimas quentes de dor, amor e mágoa ao mesmo tempo. Ele foi apenas o primeiro cara a fazer com que nossa protagonista se olhasse no espelho e procurasse onde estava o erro. Este foi apenas o primeiro cara errado, o primeiro que não se importou, que não tirou os sapatos para entrar, que transformou a vida de Ana num eterno cair e levantar… 

 

Para ler mais sobre Laura/de Laura, acesse: https://linktr.ee/laurargassis

Clube dos Literatos
Clube dos Literatos

Contos, crônicas, poemas, poesias, artigos, prosas… Não importa o gênero literário, o Clube dos Literatos recebe de páginas abertas conteúdos de qualidade e desenvolvidos por barbacenenses natos ou de coração. A ideia é proporcionar o desenvolvimento literário na cidade, dando a oportunidade do público conhecer o trabalho realizado pelos talentos de Barbacena e, também, incentivar a leitura e a criação literária.

Ver Publicações


Vero Internet
Agencia Qu4tro