Vacinação contra Covid-19 pode ser suspensa em Barbacena

23/02/2021 15:48:00 - Atualizado em 23/02/2021 15:48:38

 

A vacinação contra a Covid-19 continua em Barbacena, mas restam pouco mais de 800 doses, que são as remanescentes da semana passada, e a previsão é que a imunização seja suspensa. Segundo a chefe da Vigilância em Saúde de Barbacena, Andressa Duque, as doses devem se esgotar ainda esta semana ou, no máximo, no início da semana que vem e serão direcionadas para completar a vacinação dos idosos acima de 90 anos e continuar a dos profissionais da saúde.

Andressa afirma que, até o momento,  foram imunizados mais de 460 idosos acima de 90 anos e que o processo inicial foi mais volumoso devido ao Drive Thru, agora, o processo está mais lento. Além disso, a Vigilância em Saúde está fazendo a triagem dos idosos que ainda não foram imunizados e referenciando os bairros ainda não finalizados.

Ainda de acordo com a chefe de Vigilância em Saúde, há profissionais que ainda não receberam a 1ª dose da vacina em alguns hospitais da cidade. Desse modo, a Vigilância está aguardando uma listagem desses profissionais para a conclusão da imunização  desse público.

Os profissionais de saúde da Secretaria Municipal de Saúde e da Superintendência Regional de Saúde ainda não receberam a 1ª dose da vacina contra Covid-19.

Segundo Andressa, o número de trabalhadores da área da saúde já vacinados está próximo dos 5.110 (73%) determinados pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerias, mas está aumentando de forma mais lenta e faltam, aproximadamente, mais de 1000 doses para chegar à porcentagem definida.

A indicação da Secretaria Estadual de Saúde é de que mantenha a vacinação dos profissionais da saúde e dê continuidade aos idosos de forma decrescente. Portanto, a partir da próxima semana, finalizando os idosos acima de 90 anos, a Vigilância inicia a vacinação dos idosos a partir de 89 anos, principalmente os acamados e domiciliados, afirma Andressa Duque.

Não há previsão para a chegada da próxima remessa de vacinas em Barbacena.

Por Izadora Tavares com informações do G1 Zona da Mata.

Foto: REUTERS


Coisas de mãe
mundial