Procon de Barbacena alerta o consumidor contra golpes na internet

01/08/2020 08:00:00

O Procon de Barbacena, faz um alerta aos consumidores quanto ao aumento do número de golpes que estão sendo praticados no mercado, principalmente pela internet e utilizando e-mails e rede sociais.  Os casos mais recorrentes são na divulgação de empréstimo bancário e compra de produtos diversos.

Com relação ao empréstimo bancário, o consumidor tem sido atraído, via e-mail e ou redes sociais (Facebook ou Instagram) com a oferta de crédito em conta com valores e juros bem atrativos. Após o contato, a pessoa é informada que deve pagar um certo valor, que seria a título  de seguro ou tarifa para aprovação de crédito. O pedido de pagamento adiantado já caracteriza o golpe, uma vez que nenhuma instituição financeira solicita qualquer valor antecipado para conceder empréstimo.

Já sobre as compras de produtos diversos, geralmente, o consumidor é atraído, via e-mail, redes sociais (Facebook ou Instagram) e até mesmo sites criados, com a oferta de produtos com preços tentadores. Os estelionatários utilizam nome de grandes empresas que atuam no mercado, via e-commerce (comércio eletrônico), para induzir ao erro o consumidor, que, em tempos de pandemia, tem dado preferência para compras pela internet.

Caso o consumidor precise do Procon de Barbacena, os atendimentos estão sendo realizados de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 17h. O contato pode ser feito também via e-mail:  procon.barbacena@barbacena.mg.gov.br, telefone: (32) 3331-8001 ou pessoalmente, de 13h às 17h (mediante agendamento pelo site: www.mg.gov.br).

O Procon lembra que o consumidor deve estar sempre atento, não se iludindo com as promoções recebidas através das redes sociais. Caso se sinta atraído, a dica é fazer uma pesquisa. Entre no site da empresa para verificar maiores detalhes. A mínima confiabilidade está no cadeado que aparece no campo superior esquerdo da página. Se a empresa for desconhecida, faça pesquisa no Google, site 'Reclame Aqui' e outros instrumentos que permitam avaliar se está fazendo uma compra segura.

Fonte: PMB


Marcelo Miranda
Agencia Qu4tro