Nutrição do IF Barbacena desenvolve Projeto sobre qualidade alimentar na pandemia

02/06/2020 10:58:00 - Atualizado em 02/06/2020 10:59:41

 

O mundo está enfrentando uma crise sanitária de graves proporções provocada pelo coronavírus (SARS-CoV-2). Dessa forma, o cenário atual demanda um cuidado redobrado não só com a higiene, mas também com a alimentação. Do ponto de vista orgânico, o sistema imunológico dos indivíduos deve estar apto a responder à agressão pelo microrganismo invasor e a alimentação saudável, contendo todos os nutrientes, tem papel relevante neste contexto. Foi pensando nessas questões, que Marilene Guimarães, professora de Nutrição do Instituto Federal- Campus Barbacena (IF Barbacena), após diálogo com as acadêmicas do 9º período, Bianca Tomaz da Costa e Nathália Maximiano Soares Maciel, decidiu desenvolver um Projeto de Extensão chamado “A nutrição em tempos de COVID-19” .

O Projeto tem como objetivo possibilitar às comunidades local e regional acessibilidade a essa área do conhecimento e sua respectiva importância para a manutenção da saúde frente à pandemia. Serão elaborados materiais educativos sobre diversos temas, de linguagem simples e fácil assimilação, divulgados por meio das redes sociais oficiais do Campus Barbacena. Marilene conta que o Projeto conseguirá se adaptar em diferentes realidades sociais, sempre no sentido de promover o autocuidado e consequente fortalecimento do sistema imunológico dos indivíduos.

A proposta se apoiará em conhecimento já pesquisado e comprovado cientificamente sobre o assunto. Todo o material será elaborado a partir de referências encontradas em fontes como livros, publicações em periódicos e artigos científicos, boletins e sites oficiais, instituições de pesquisa, dentre outros, de reconhecida credibilidade. Todas as atividades serão realizadas por meio remoto atendendo aos protocolos de saúde e segurança específicos recomendados para o enfrentamento da pandemia.

O Conselho Federal de Nutricionistas, em nota oficial, alertou a população sobre notícias divulgadas sem respaldo científico, enfatizando a inexistência de super alimentos, fórmulas, sucos ou soroterapias por infusão endovenosa de nutrientes que sejam indicados para prevenir ou tratar pessoas contaminadas pela COVID-19 (CFN, 2020). Dessa forma, Marilene ressalta a importância da comprovação científica das informações que serão divulgadas. “A nutrição adequada é uma importante ferramenta de modulação do sistema imune e atua para manter o estado saudável do organismo e em condições de responder prontamente ao desafio imunológico representado pelo coronavírus. Esse contexto mostra a relevância do Ensino, Pesquisa e Extensão para atuar de forma a desenvolver materiais didáticos, publicações midiáticas e científicas diversas.”

Para a avaliação dos materiais produzidos, a equipe do Projeto entrará em contato semanalmente com os administradores das redes sociais do Instituto, o que possibilitará obter informações sobre o alcance das publicações, gráficos, público alcançado e número de compartilhamentos e comentários. A partir desse retorno, os responsáveis pelo Projeto terão condições de avaliar se os objetivos estão sendo alcançados paralelamente ao que está sendo executado e certificando-se se a metodologia está sendo bem executada.

Marilene ressalta ainda, que por se tratar de um cenário sanitário dinâmico, é esperado o surgimento de demandas diversas no sentido de orientar diferentes grupos de risco para a prevenção ao COVID-19 em relação aos cuidados alimentares necessários, respeitando as particularidades e especificidades. “A execução do Projeto auxiliará também na consolidação do IF Sudeste MG enquanto centro de referência educacional e de Instituição consciente de sua responsabilidade social em um momento de gravidade na área de saúde pública que envolve toda a sociedade”, finaliza.

Fonte: Ascom IF por Marcela Souza


Vero Internet
Agencia Qu4tro