Fhemig deve abrir novos leitos de terapia intensiva em Barbacena

27/05/2020 10:45:00 - Atualizado em 27/05/2020 10:59:47

Em coletiva na última segunda-feira (25/05), o presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Fábio Bacheretti, anunciou que o foco do Estado está na abertura de leitos de terapia intensiva, uma vez que vários hospitais em Minas possuem leitos de enfermaria ociosos. De acordo com ele, isso deve ocorrer inicialmente em Barbacena e outros três municípios estratégicos como Belo Horizonte, Patos de Minas e Juiz de Fora.

A coletiva, que funcionou de forma virtual, serviu para Fábio Bacheretti, juntamente com o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, anunciarem a segunda fase do Plano de Capacidade Plena Hospitalar. A estratégia busca reorganizar o fluxo de atendimento nos hospitais da rede.

Fábio Bacheretti explicou que a o início da segunda fase está relacionado ao aumento da taxa de ocupação de leitos do Hospital Eduardo de Menezes, inteiramente dedicado ao recebimento de pacientes com à covid-19. O plano será posto em prática a partir desta quarta-feira (27/5). “A segunda fase corresponde à utilização de outra instituição hospitalar em Belo Horizonte, o Hospital Júlia Kubitschek, como um centro de recebimento dos pacientes de enfermaria com suspeita de coronavírus”, completou.

Informações: Agência Minas

Foto: Pedro Gontijo / Imprensa MG


Vero Internet
Agencia Qu4tro