COVID-19: Empresa de telefonia de Barbacena identifica surto epidemiológico

05/06/2020 09:57:00 - Atualizado em 05/06/2020 16:13:50

 

Quatorze dias após a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) notificar o primeiro caso de surto de COVID-19, em Barbacena, que causou a contaminação de mais de 200 membros da instituição militar, em sua maioria alunos do curso do Curso Preparatório de Cadetes do Ar, a empresa de telefonia Oi, localizada no Centro de Barbacena, descobriu que um terço de seus colaboradores estavam infectados com o novo Coronavírus e eram assintomáticos. O caso, que é caracterizado como um surto epidemiológico na empresa, aconteceu após uma testagem em massa feita nos funcionários e de iniciativa da própria Oi.

Segundo informações apuradas pela Folha de Barbacena (FB), a testagem de todo contingente de funcionários foi tomada após um dos trabalhadores do local ter apresentado suspeita de COVID-19. A empresa comunicou a Secretaria Municipal de Saúde (Sesap), que orientou, através da Vigilância Sanitária e Epidemiológica, o isolamento domiciliar de todos os outros colaboradores que tiveram contato com os casos confirmados.

A Vigilância Sanitária e Epidemiológica também informou à FB que fez as orientações sobre desinfecção do ambiente, além do isolamento dos casos confirmados.

A FB entrou em contato com a assessoria de comunicação da Oi e no fim da tarde de ontem (04/06) recebeu a informação que a empresa irá se posicionar em Nota Oficial a ser encaminhada à redação da FB.

Atualização

Na tarde de hoje (05/06) a Empresa Oi enviou uma Nota Oficial sobre o caso, confira:
https://folhadebarbacena.com.br/cidade/empresa-oi-se-posiciona-sobre-caso-de-surto-de-covid-19-em-barbacena-05062020

 

Foto: Reprodução.


Vero Internet
Agencia Qu4tro