Centenas de demissões marcaram o mês de maio em Barbacena

30/06/2020 10:47:00 - Atualizado em 30/06/2020 10:48:40

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) divulgou o balanço da situação do emprego no país durante o mês de maio. Com um período de pandemia e os setores econômicos tendo dificuldades, Barbacena viu o mês de maio marcado por centenas de demissões.  

Enquanto 291 pessoas foram admitidas em um emprego formal, outras 583 pessoas foram demitidas. Isso representa um saldo negativo de -292 postos de trabalho.

Comércio e serviços são os mais afetados

Os setores mais afetados com o desemprego foram os de comércio e serviços. No comércio enquanto foram admitidos 72 pessoas, outras 190 pessoas foram desligadas de seus postos de serviço, um saldo negativo de -118.

A situação é ainda pior no setor de serviços, onde 261 pessoas foram demitidas, enquanto apenas 91 foram admitidas, ou seja, um saldo negativo de -170.

Somente o setor de construção houve saldo positivo, o que significa que mais pessoas foram contratadas do que demitidas.  Foram 46 admitidos e 38 pessoas desligadas, saldo de oito novos postos.

O setor de agropecuária teve uma tímida movimentação. Enquanto duas pessoas foram demitidas, outras duas foram contratadas, com isso o saldo ficou neutro. As duas contratações foram no setor de Pecuária,  onde também houve um desligamento. O outro desligamento foi no setor de produção de lavouras temporárias.

O setor de Indústria também marcou um saldo negativo em maio. Foram 80 admitidos e 92 desligamento, um saldo negativo de -12 postos de trabalho. No entanto uma categoria dentro do setor conseguiu contratar mais do que demitir, que é a categoria de fabricação de produtos alimentícios. Foram 74 admissões e 62 desligamentos, saldo positivo de 12 novos postos.


Vero Internet
Agencia Qu4tro